PESSOAS NÃO-BINÁRIAS

O que significa uma pessoa não-binária? Hoje, especialmente na sociedade ocidental, a maioria das pessoas ainda entende o gênero como uma característica binária, ou seja, uma característica que tem apenas duas opções distintas, masculina ou feminina. Ao longo da história, muitas culturas não ocidentais foram mais confortáveis ​​e aceitaram o gênero fora do binarismo. E muitas dessas sociedades reconheceram mais de dois gêneros. Sabemos que desde que tivemos cultura humana, tivemos várias instâncias de identidades transgêneras. Temos a tradição de "dois espíritos" (two-spirit em inglês) em muitas culturas nativas americanas e Hijra que são legalmente reconhecidas como um terceiro gênero na Índia. A não-binariedade não é algo novo e moderno, é algo que já está presente na cultura humana  há bastante tempo. 

Mais recentemente, no mundo ocidental, professores, cientistas e profissionais de saúde também estão começando a entender a identidade de gênero como um espectro. E com essa mudança, também estamos começando a entender melhor as identidades de gênero não binárias. Há uma série de nomes que estão crescendo diariamente. Alguns deles que você pode ouvir podem ser algo como agênero, o que significa que eles se identificam sem gênero ou bigênero, o que significa que eles se identificam como ambos. Um termo comum que está ganhando mais visibilidade, é o termo genderfluid (fluidez de gênero) ou seja, o gênero da pessoa pode variar no espectro. 

 

As pessoas que se identificam como não-binárias têm uma identidade de gênero que diverge de seu sexo atribuído no nascimento. Mas, em vez de se identificar como homem ou mulher, seu gênero existe fora das duas caixas que são estreitamente definidas pelo binarismo padrão.

  • Google ícone social Places
  • LinkedIn ícone social

©2020  - Tatiana Zuccari - Psicóloga Clínica - CRP-SP: 06/117859 -Tel: (11) 983584039 - Rua Urussuí 92, cj 35 - Itaim-Bibi - São Paulo - SP